Vinho espumante Mal Acabado Pet Nat 2021 já está disponível na VirguWines

O vinho espumante Mal Acabado Pet Nat 2021 é a mais recente aquisição para as prateleiras da VirguWines. Este espumante natural marcado pela cor turva deixa transparecer “a alegria típica das vindimas no Alto Minho”, onde é produzido.

O Espumante Mal Acabado Pet Nat 2021 nasce na região dos Vinhos Verdes e da sub-região do Lima com a enologia de Rita Sousa, numa parceria com a marca Phulia Wines.

A referência “Pet Nat” é uma adaptação reduzida da expressão francesa “pétillant naturel” que se refere a um “efervescente natural” ou “espumante natural”.

“Pet Nat” também reporta para um método de vinificação ancestral, muito anterior ao do famoso “Champagne” francês. O vinho é engarrafado ainda antes de terminar a primeira fermentação dos açúcares naturais. A continuação deste processo dentro da garrafa permite libertar o gás natural característico dos espumantes.

Assim, este Mal Acabado é um espumante branco com pouca intervenção, feito a partir de métodos ancestrais e com a fermentação alcoólica a ocorrer de forma espontânea, com leveduras indígenas. Não há lugar a adição de sulfitos e é produzido com as uvas Loureiro das típicas vinhas de ramada em bordadura.

Estas ramadas, ou latadas, são estruturas horizontais ou inclinadas, constituídas por ferro ou por madeira e arame, que assentam em esteios de granito. São típicas na paisagem da região do Alto Minho e são mais um traço característico do Mal Acabado Pet Nat.

“Desperta a alegria típica das vindimas no Alto Minho”

Trata-se de um vinho que, em prova, é turvo, pois não é filtrado no final do processo. Também tem cor dourada e borbulhas mais suaves e macias, sendo marcado pela acidez e pela frescura.

Os seus aromas lembram a época das vindimas e os seus odores envolventes. “Consegue despertar a alegria tão típica que envolve toda a festas das vindimas no Alto Minho”, como repara a enóloga Rita Sousa.

Os enófilos vão poder apreciar todas estas potencialidades do Espumante Mal Acabado Pet Nat 2021 na prova ao vivo durante o próximo episódio do podcast N2Vinho, no dia 28 de março. Para apreciarem todas as suas qualidades, só têm de comprar o quanto antes uma garrafa na VirguWines.

Trata-se de um vinho que é uma excelente opção para o verão ou para acompanhar doçaria conventual, queijos e compotas. Mas também é um vinho versátil para harmonizar com saladas, peixe, marisco, pratos vegetarianos, carnes brancas, sushi, cozinha oriental/exótica e queijos.

Nome Mal Acabado tem uma história

O nome deste espumante feito no Alto Minho foi inspirado em histórias do Século XVIII, na altura em que se iniciou a exportação dos chamados “Vinhos de Viana” que eram transportados desde Monção e Melgaço, saindo da Foz do Lima, com destino a Inglaterra.

Rita Sousa explica que havia uma grande procura por estes vinhos e que, por isso, os produtores tentavam acelerar os processos de estabilização e vinificação. Portanto, eram obrigados a não acabar os vinhos”, como repara a enóloga que se formou em Biologia Aplicada na Universidade do Minho.

Assim, é dessa história que vem a inspiração para o nome Mal Acabado, como revela Rita Sousa que tem um mestrado em Enologia e Viticultura na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e que também trabalha como enóloga assistente na Aphros Wine.

Clique para ver o vinho:

14.79 

Options

Usamos cookies. Ao continuar a navegar, assumimos que concorda com o seu uso e que é maior de 18 anos.