Vulcânicos e atlânticos, os vinhos Magma nascem nas curraletas dos Biscoitos nos Açores

Curraletas dos Biscoitos nos Açores

Vinhas plantadas em solo vulcânico, rodeado por rochas de magma e com o oceano Atlântico à beira, dão origem aos vinhos Magma, um projeto dos enólogos Anselmo Mendes e Diogo Lopes, em parceria com a Adega Cooperativa dos Biscoitos, na ilha Terceira, nos Açores.

As curraletas, ou seja, os muros de pedra vulcânica que rodeiam as vinhas dos Biscoitos, permitem criar vinhos diferenciados, com forte sabor atlântico e um espírito quase heroico. Estas vinhas resistem aos fortes ventos do Atlântico e inspiraram os enólogos Anselmo Mendes e Diogo Lopes a criarem os Vinhos Magma.

Os Vinhos Magma são feitos com a casta Verdelho e têm um toque único, fruto do terroir tão peculiar. O resultado são vinhos frescos e minerais, com forte salinidade e um excelente potencial de envelhecimento.A produção é muito limitada e os métodos de vinificação são realizados com a menor intervenção possível, pois o objetivo é deixar transparecer nos vinhos todo o potencial do terroir onde “nascem”.

 

Recuperar a tradição do Verdelho nos Biscoitos

Os vinhos Magma nasceram pelas mãos de Anselmo Mendes e de Diogo Lopes, numa parceria com a Adega Cooperativa dos Biscoitos. Os dois enólogos estão a impulsionar a recuperação da casta Verdelho na região demarcada com a Denominação de Origem Controlada dos Biscoitos.

Trata-se de uma das regiões demarcadas mais pequenas de Portugal com apenas cerca de 20 hectares. Contudo, destes, apenas uma pequena parte é de Verdelho. O objetivo é ampliar a sua produção, recuperando essa casta nobre e a região demarcada dos Biscoitos.

A zona tem características únicas que permitem criar vinhos também eles especiais. Além das especificidades próprias dos solos vulcânicos, as curraletas funcionam também como uma espécie de estufas, o que permite condições excelentes para a maturação mais rápida dos vinhos.Por outro lado, a freguesia dos Biscoitos, no concelho da Praia da Vitória, situa-se numa das zonas mais húmidas da ilha Terceira. Esse é outro dado que confere aos Vinhos Magma características originais.

 

Vinhos minerais e com acidez vibrante

A primeira vindima deste projeto de Anselmo Mendes e Diogo Lopes realizou-se em 2015, originando os vinhos Magma e Muros de Magma. Já em 2018, nasceu o Magma Verdelho Branco, marcado por uma acidez vibrante e pela forte mineralidade.São vinhos que valem por si, pelas qualidades únicas e tão especiais que bebem do terroir único das curraletas dos Biscoitos. Mas também são excelentes opções gastronómicas, para acompanhar uma refeição ou petiscos saborosos.

Na próxima edição do podcast N2Vinho, a 26 de julho, haverá uma prova ao vivo dos Vinhos Magma. É uma excelente oportunidade para partilhar as sensações que estes vinhos vulcânicos e atlânticos motivam naqueles que os provam.Não perca tempo e compre já para viver esta experiência única!

Clique para ver os vinhos:

Ep.13

Options

Usamos cookies. Ao continuar a navegar, assumimos que concorda com o seu uso e que é maior de 18 anos.